terça-feira, 15 de abril de 2008

Revisando LOST: "The Constant"

Para muitos o melhor episódios da temporada, para alguns o melhor de toda a série. Mas muita gente ficou confusa, assim como Minkowski e Desmond, com esse sensacional episódio "The Constant".

O episódio que nos trouxe a resposta sobre o que havia acontecido com Desmond após ele ter girado a chave de segurança e liberado toda a carga eletromagnética acumulada na Ilha. Vimos que essa exposição, misturada à saída dele da Ilha, causou o que Faraday chamou de "efeitos colaterais". Desmond estava mais uma vez perdido no tempo, pulando conscientemente entre eventos em 1996 e 2004, na busca pela sua "constante" que salvaria sua vida e colocaria de volta no tempo e no espaço. Foi o amor por Penny, resistindo ao tempo, que salvou Desmond.

Mas esses "efeitos colaterais" levantaram uma antiga questão envolvendo Danielle Rousseau: teria sido essa a "doença" que a francesa diz ter atacado todos de sua tripulação!?
Há sim grandes chances de ser essa a resposta, mas ainda temos que saber um pouco mais sobre esses "efeitos colaterais".

Se Ben não como, nós já temos uma bela idéia de como Charles Widmore conseguiu encontrar a Ilha: o Diário do Black Rock! Widmore estava determinado a comprar, em leilão, esse material. Claro que algo sobre o Diário ele já devia saber, talvez até por alguma ligação com a HANSO FOUNDATION, mas algo valioso deve existir nessas páginas. Tudo isso serviu de aperitivo para nos mostrar que Widmore pode ser mais um "vilão" em LOST!

Bom, amanhã então será a vez de "The Other Woman" que também trouxe algumas questões bem legais.

Grande abraço e namastê!

Leco Leite

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

.

 
who"s online

counter hit make

PageRank Free counter and web stats