terça-feira, 22 de setembro de 2009

Meia década de LOST!

Esse ano resolvi convidar uma pessoa para escrever o texto sobre os 5 Anos de LOST! Acabei escolhendo a Samara Lis, que aceitou o desafio e escreveu o texto que vocês podem ler abaixo...
22 de Setembro de 2004. Seria mais um dia qualquer, mas ninguém imaginava a noite que estava por vir. Em meio a uma semana onde muitas estréias de séries na televisão americana ocorreram, nessa noite de quarta-feira, foi a vez de uma ‘’tal de LOST’’, onde inicialmente foi apresentada como ‘a vida de 48 sobreviventes após a queda de um avião em uma ilha’. Lá foram tantos, movidos pela curiosidade comum do ser humano para frente da televisão, enquanto outros ligaram os seus TiVos.

Começa. Um cara acorda com apenas alguns arranhões no meio de um bambuzal e visivelmente atordoado, ainda sai correndo em direção à praia. Gritos, correria, uns menos debilitados ajudando outros feridos, o barulho ensurdecedor das turbinas ainda em funcionamento, vários focos de incêndio e muita fumaça, destroços do avião por todo o perímetro, a grávida que pede socorro, um sobrevivente sugado por uma das turbinas, explosão e o restante todos nós já sabemos. Conhecemos um pouco desses personagens peculiares, uma ilha nada comum e que ainda era habitada por algo que matou o piloto daquela aeronave. Em 2 horas, fomos apresentados a uma série arrebatadora envolta a mistérios e logo se percebeu que não seria apenas mais um enlatadinho americano.

Ao longo dessas cinco temporadas, conhecemos por meio de flashbacks e flashforwards a estória de cada personagem. Sabemos de cor e salteado o nome e sobrenome de cada um deles (poderia colocar a lista completa aqui, mas seria como ensinar o Ben Linus a manipular). Tem gente que se identifica com uns e outros nem tanto. Surgiram também ursos polares, um caixão vazio, santinhas ocas com drogas, javalis, escotilhas, os Outros, Dharma Initiative, descobrimos mais sobreviventes, religião x ciência, determinismo x livre arbítrio, uma fumaça preta que se locomove pela ilha, sequestro de crianças, bad numbers, constantes, outra ilha, manipulações, Jacob, sussurros na floresta, viagens temporais e tantas outras coisas (não necessariamente nessa ordem... ufa!).

Fomos sugados por um enredo dinâmico a um universo novo, juntamente com aqueles que iam sobrevivendo no meio do percurso e ansiando por respostas. Ah, as respostas, grande causador de discórdia e discussões fervorosas durante todo o tempo. Muita pergunta foi feita, muita resposta veio junto, porém, o que pode ser mistério ou resposta para uns, pode não ser para outros. Por isso são inúmeros os fóruns, blogs e sites sobre a série ao longo das temporadas. Formou-se uma geração de teoristas, instigados a solucionar ou tentar encontrar explicações, que são reformuladas a cada novo acontecimento.

Isso ressalta algo que muitos já sabem e que está quase virando clichê, a fórmula do ‘’não me diga o que não posso fazer’’. Aqueles que acompanham fielmente o seriado correm atrás de detalhes que podem ter deixado escapar, fazem pesquisas sobre obras literárias, mitológicas, físicas, científicas e musicais citadas em episódios, procuram os easter eggs escondidos nos boxes de DVDs, seguem os ARGs (Jogos de Realidade Expandida) e acham os sites fictícios que são criados a partir deles, e claro, participam ativamente de fóruns, blogs e sites.

Conheço muitos que aprenderam a fazer download de série, a sincronizar uma legenda e a embuti-las em episódios, com LOST. Aposto que você conhece um também, isso se não for um deles. Sem mencionar todos os grupos de legendas que nasceram nos últimos anos. Alguns foram obrigados a fecharem as portas, por aqueles que querem impor o que e como devemos consumir, mas agora isso não vem ao caso. Nos últimos anos, os Psicopatas fazem as ótimas legendas e assim ajudam a maioria que depende delas para apreciarem os episódios.

É... Tudo isso aconteceu dentro desses cinco anos. A ilha quis assim, meus caros e não vai parar por aí. Então hoje, 22 de Setembro de 2009, há meia década após a queda de um avião da Oceanic Airlines, não estou aqui simplesmente para endeusar uma série. Estou parabenizando cinco anos de inovação; a troca da informação, opinião e idéias entre espectadores; de criatividade, bom senso, inteligência e paciência de todos que pesquisam e constroem suas teorias; da pro atividade de uma minoria em fazer uma legenda e a todos que reconhecem e agradecem esse trabalho. Parabéns a todos que acompanham a série, mesmo com altos e baixos, pirando ou não... e por último, mas não menos importante, uma grande salve para a aniversariante responsável por tudo isso: LOST.

Agradeço a Samara pela participação! Acho sempre bacana trazer textos de outros fãs da série aqui no Teorias LOST. Agora, vocês podem deixar seus comentários, histórias e curiosidades sobre a relação com LOST!!

Grande abraço e namastê!

Parabéns LOST!!

Leco Leite

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

.

 
who"s online

counter hit make

PageRank Free counter and web stats